terça-feira, 7 de julho de 2015

Muito mais que HULK SMASH: Supreenda-se com o quadrinho da Mulher Hulk


Não sou conhecedora de quadrinhos e acredito que nunca serei, mas algumas vezes leio alguns encadernados. Ultimamente a minha vida tem sido mais fácil.

Hoje no Brasil muitos encadernados estão sendo lançados e, se você é como eu, sem paciência para ir na banca toda semana/mês para comprar um volume de quadrinhos, ou simplesmente esquece, encadernados são um santo remédio.

Tenho comprado alguns títulos de meu interesse da coleção da Marvel da Editora Salvat e estou me surpreendendo.

Parei de comprar só o que eu conhecia e passei a ler indicações de amigos e, enquanto dava uma das minha rotineiras voltas pela livraria, resolvi ariscar pela primeira vez a comprar algo que eu não compraria normalmente e que não havia sido indicado por ninguém.

Mulher Hulk



Eu comprei o quadrinho por pura curiosidade. Mulher Hulk é uma personagem que nunca me atraiu, até por que nunca gostei do personagem Hulk. Todo aquele conceito de HULK SMASH, negação do "poder", sofrimento típico do Médico e o Monstro realmente não fazem meu tipo.

Mas não é que a moça alta, forte e verde me surpreendeu super positivamente? Jennifer Walters, é uma advogada de sucesso que acabou se tornando a Mulher Hulk quando recebeu uma transfusão de sangue de seu primo, Bruce Banner, o Incrivel Hulk, mas diferente de Banner, Jane consegue controlar muito bem seus poderes, mantém suas faculdades mentais e curte muito ser poderosa.

Outra coisa que me atraiu muito no quadrinho foi o título: "Garota Procura". Como não comprar?

Entre o aproveitamento da fama de Vingadora, tribunais, casos ganhos e muita ostentação heroica, Jennifer se vê frustrada. Até que a história dá uma reviravolta, quando ela é convidada para advogar na firma que sempre quis e que possui grande prestígio. Só que desta vez, a advogada terá que usar muito mais do que os meios comuns para vencer seus próximos casos, pois a partir daquele momento, Jennifer Walters vai defender pessoas com super-poderes ou que foram afetadas por eles.


Quem melhor que a Mulher Hulk para este papel?

A história me cativou, o conflito vivido pela personagem é muito relevante e traz algo que sempre questiono. Como ocorre o conflito da identidade secreta e o herói? Os conflitos não podem ser os mesmos, já que cada um possui uma vida e poderes bem diferentes dos outros, então não podemos assumir que os conflitos sejam os mesmos.

Jennifer Walters, é uma mulher delicada, mas forte, considera-se sem graça e é bem fechada. Mas quando se transforma em Mulher Hulk ela parece abraçar seu eu verdadeiro e sente-se muito à vontade com seu (enorme) corpo, músculos, poder e...sua cor verde. Ela curte muito ser a Mulher-Hulk e isso me surpreendeu demais!

Até porque, quando comecei a ler, eu esperava uma reação meio Princesa Fiona de Shrek (não, não foi só por causa do cor). Esperava encontrar todo aquele conflito entre ser uma princesa linda e perfeita e ter que se transformar em uma Ogra.

Mas não! A Mulher Hulk é justamente o contrário, pelo menos nesta história que eu li, e isso me fez curtir muito a leitura. Adoro ver personagens com outros olhos, meu preconceito foi completamente desfeito e espero muito em breve ler outras histórias com a Mulher Hulk!

E aí? Alguém arriscou ler algum quadrinho recentemente e curtiu? Ou odiou??? Me contem nos comentários.

Um comentário:

  1. e a fase Savage dela ?? Não sei pq milagre ela não faliu !! (preju devido as roupas destruidas)
    e como será que ela conseguia pra casa... (depois que voltava ao normal)... imagina o constrangimento...
    a partir da fase sensacional... "menos mal"

    ResponderExcluir

Distributed By Blogger Layouts